Bloco de carnaval de rua sofre ‘invasão francesa’ em São Paulo | Carnaval 2018 em São Paulo

Família de franceses no carnaval de SP: Perrine e Julien com os filhos Augustin, Manon e Achille (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

Família de franceses no carnaval de SP: Perrine e Julien com os filhos Augustin, Manon e Achille (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

Você se lembra do seu primeiro carnaval? Nesta terça-feira gorda (13), três famílias francesas apresentaram a festa para seus filhos pela primeira vez. coincidência, elas escolheram o bloco Acadêmicos da Cerca Frango, que desfila sempre pelas ladeiras da Pompéia, na Zona Oeste de São Paulo. Uma quarta família, também francesa, mas veterana de carnaval, completou a “invasão francesa” da folia.

A primeira delas chegou tímida, antes das 11h. Apenas as crianças estavam fantasiadas, e olhavam com certa desconfiança para um homem barbudo em um vestido tubinho preto, outro com um ovo frito na cabeça e um terceiro com uma placa pendurada no pescoço escrito “plata o plomo” acima de um saquinho com um pó branco.

“Eles pegaram emprestadas as fantasias de amigos”, explicou Perrine, a mãe. Agustin, de 8 anos, e Achille, de 6, se vestiram de piratas, enquanto a irmã mais nova, Manon, de 4, estava com um vestido branco de bolinhas vermelhas.

A família é da cidade de Lille, mas vive no Brasil há cerca de um mês, depois que o pai passou a trabalhar na cervejaria 3 Brasseurs, que fica no Itaim. “Estava muito quente nos outros dias, hoje está melhor e viemos nesse bloco por indicação de amigos”, explicou ele, sem saber muito bem o que esperar.

A segunda família, porém, já veio mais preparada. Arthur, de 9 anos, tinha um macacão e peruca de palhaço, e Marie, de 6, veio com um vestido da Bela e uma máscara prateada.

Multidão de foliões curtem o Cerca Frango (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)Multidão de foliões curtem o Cerca Frango (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

Multidão de foliões curtem o Cerca Frango (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

“Eu nem lembrei disso, foi o tio e a namorada dele que arrumaram”, explicou Gustavo Zamboni, pai dos dois. Brasileiro, ele se casou com uma francesa e os dois foram morar na França quando Arthur tinha poucos meses de vida.

Os três chegaram ao Brasil no sábado (10) para aproveitar as férias escolares das crianças, enquanto a mãe ficou para trás, para trabalhar. “Tentamos vir no Natal, mas as passagens estavam muito caras”, afirmou ele.

Família de franceses no carnaval: o pai Gustavo Zamboni (de peruca roxa) com os filhos Arthur e Marie, junto com o tio e a namorada (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)Família de franceses no carnaval: o pai Gustavo Zamboni (de peruca roxa) com os filhos Arthur e Marie, junto com o tio e a namorada (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

Família de franceses no carnaval: o pai Gustavo Zamboni (de peruca roxa) com os filhos Arthur e Marie, junto com o tio e a namorada (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

O carnaval 2018 é o primeiro de Arthur e Marie no Brasil, e o bloco Cerca Frango foi indicação da namorada do tio. “Disseram que era bom para crianças”, explicou ele, animado com o crescimento do carnaval de rua paulistano. “Eu acho bom porque, há dez anos, quando eu morava aqui, não tinha nada disso, ninguém ficava aqui no carnaval.”

A família de Gustavo também trouxe uma arma secreta: duas latas de jatos de espuma, que logo inspiraram uma minirrevolução francesa em território canarinho.

O fornecedor que tornou tudo possível se chama Otávio e não tem nada de europeu, mas aproveitou o bloco para vender latinhas de espuma. “Uma é oito, duas é 15 e três é 20”, explicou ele, no que Perrine aproveitou o desconto no atacado e municiou os três filhos.

“Na França tem algo parecido, mas não faz espuma”, comparou ela, sem ligar para a sujeira que estava prestes a substituir a timidez.

A garoa que cancelou blocos em outros bairros e espremeu os foliões da concentração do Cerca Frango embaixo do posto de gasolina facilitou o encontro das duas famílias com uma terceira, mais numerosa.

Claire e Jean, ambos com 35 anos, moram no Brasil há cerca de um ano e trouxeram os quatro filhos, Martin, Timothee, Amandine e Émilie, para conhecer o carnaval brasileiro.

Família francesa já é veterana da folia brasileira: oa pais Perrine e Benjamin, com os filhos e suas espumas: Camille, Bruna e Zoe (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)Família francesa já é veterana da folia brasileira: oa pais Perrine e Benjamin, com os filhos e suas espumas: Camille, Bruna e Zoe (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

Família francesa já é veterana da folia brasileira: oa pais Perrine e Benjamin, com os filhos e suas espumas: Camille, Bruna e Zoe (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

Não demorou muito e a quarta família francesa apareceu para a invasão. A mãe, que também se chama Perrine, é amiga da xará e, nesse caso, o encontro já estava combinado.

A família dela se mudou para o Brasil há três anos e meio, quando o marido, Benjamin, abriu um negócio por aqui. “Agora com a crise não sabemos como vai ser, mas queremos muito ficar porque nós adoramos o Brasil”, disse ela, que é fotógrafa.

Seus filhos Camille, de 10 anos, Bruna, de 7, e Zoe, de 4, já são minifoliões experientes e em poucos segundos já estavam todos munidos com a espuma de Otávio, prontos para o ataque branco que empanou crianças, pais e a reportagem.

“No primeiro ano nós pulamos muito carnaval, e agora eles amam. Eles dão notas para os blocos”, contou ela, afirmando, porém, que essa é a estreia da família no Cerca Frango.

Bruna, que escolheu se vestir de unicórnio e um dia pretende ser jornalista, explica que costuma brincar o carnaval com seus colegas brasileiros, mas não ligou de lambuzar outros francesinhos com a espuminha.

Os pais franceses, Claire e Jean, mostrando o carnaval de SP aos filhos Timothee, Amandine, Martin e Émilie (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)Os pais franceses, Claire e Jean, mostrando o carnaval de SP aos filhos Timothee, Amandine, Martin e Émilie (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

Os pais franceses, Claire e Jean, mostrando o carnaval de SP aos filhos Timothee, Amandine, Martin e Émilie (Foto: Ana Carolina Moreno/G1)

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.

Siga e curta-nos!