Bloco Simpatia É Quase Amor levará a Ipanema samba com críticas a Crivella | Carnaval 2018 no Rio de Janeiro

O samba que o bloco Simpatia É Quase Amor vai levar para o desfile no carnaval de 2018 faz críticas ao governo do prefeito Marcelo Crivella. A música, intitulada “Samba da adivinhação”, viralizou nas redes sociais quando ainda era uma das concorrentes na disputa interna do bloco, vencida no último sábado (27).

A composição é de Manu da Cuíca, Luiz Carlos Máximo, Belle Lopes e Bil-Rait Buchecha e tem trechos com alusões a medidas atribuídas a Crivella: “Ensaio de escola? Ele mela / Roda de samba? Atropela / Macumba? Não tolera / Só gosta de bloco nutella / Ele não cuida? Nem zela / Casa de jongo? Cancela / Em nome de Deus? Apela / Qual o nome do hômi?” (veja o vídeo acima).

Apesar de não citar o prefeito diretamente, o vídeo publicado na internet exibe a imagem de Crivella e, por rimas e citações, propõe a “adivinhação” do nome: “Em nome de Deus, apela / Qual o nome do hômi?”.

Procurada pelo G1, a prefeitura diz que respeita as manifestações culturais e repudia qualquer ato de intolerância religiosa. Diz ainda que investiu R$ 43,5 milhões no carnaval, tanto na subvenção a escolas como em gastos com serviços públicos, e captou outros R$ 45 milhões da iniciativa privada. (Leia a íntegra da nota abaixo)

Segundo Tomaz Miranda, diretor do bloco, há muitos blocos e escolas de samba irritados com o prefeito, e que por isso o samba “vai pegar” no desfile. Em 2017, Crivella cortou verbas para as escolas de samba. Os ensaios técnicos na Sapucaí foram cancelados. Blocos chegaram a ganhar um espaço fechado, no Parque Olímpico, mas a chamada Arena Carnaval acabou transferida para julho. A relação de Crivella, que é bispo licenciado da Igreja Universal, com outras religiões, também foi alvo de críticas.

“O tema esse ano do bloco é: ‘A cidade é nossa em fevereiro. Você não gosta de carnaval, mas o nosso povo gosta’. Então, nossa intenção era essa. Acho que vai pegar porque parte da população está bastante desagradada com a atitude de Crivella em relação ao carnaval. A cidade do Rio de Janeiro inventou o carnaval como ele é. E ele, fechando diálogo com quem faz o carnaval, fora a relação com as escolas de samba. É uma incompreensão absoluta da relação do carnaval com a cidade”, afirmou ele.

O Simpatia é Quase Amor desfila desde 1985 no carnaval de rua do Rio, e sai às ruas de Ipanema no próximo sábado (3) e no domingo de carnaval (11) (veja a agenda completa dos blocos).

Confira a íntegra da nota da prefeitura:

“A Prefeitura do Rio respeita as manifestações culturais e repudia qualquer ato de intolerância religiosa. Prova disso é que todos os 88 eventos religiosos realizados na cidade desde o início da vigência do Programa Rio Ainda Mais Fácil Eventos (Riamfe), em junho do ano passado, não precisaram de qualquer autorização da Prefeitura. Essas celebrações contaram ainda com o apoio de órgãos municipais no bloqueio de trânsito, na limpeza de ruas e na distribuição de banheiros químicos.

fim, a realização do carnaval recebeu tratamento especial da Prefeitura, que destinou R$ 19,5 milhões de subvenção (R$ 6,5 milhões do Uber) para as escolas do Grupo Especial, outros R$ 10,5 milhões para as escolas da Série A, além de R$ 20 milhões para a operação de todos os órgãos públicos envolvidos com o evento: Saúde, Comlurb, Seop, Riotur, Guarda Municipal e CET-Rio, entre outros. A Prefeitura também conseguiu a captação de R$ 38,5 milhões com a iniciativa privada (Dream Factory, Uber e TIM).”

Samba da Adivinhação (Manu da Cuíca, Luiz Carlos Máximo, Belle Lopes e Bil-Rait Buchecha)

Meu deus do céu, olha quem pintou no pedaço

Um filho de múmia com cobra cascavel

Que faz a gente de palhaço

Crer eu não Cri, Vela não acendi

Vim pro sol de Ipanema afastar assombração

De quem não sabe a diferença

Entre a sua crença e a nossa tradição

E vem propor adivinhação

Ensaio de escola? Ele mela

Só gosta de bloco nutella

Samba do Simpatia é Quase Amor faz menções irônicas e ácidas a Crivella e polêmicas com o mundo do samba (Foto: Divulgação/Simpatia é Quase Amor)

Samba do Simpatia é Quase Amor faz menções irônicas e ácidas a Crivella e polêmicas com o mundo do samba (Foto: Divulgação/Simpatia é Quase Amor)

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.

Siga e curta-nos!