Cadeia do CE onde 10 presos morreram em briga tinha condições ‘péssimas’ e superlotação desde dezembro, aponta CNJ | Ceará

A cadeia onde a briga entre presos deixou 10 mortos na manhã desta segunda-feira (29), em Itapajé, a 125 km de Fortaleza, tem condições “péssimas” e está superlotada desde dezembro de 2017, segundo relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), publicado em janeiro.

De acordo com o documento, na data da inspeção a cadeia estava com 62 presos, sendo que a capacidade era de 25. Havia, na época, 6 agentes penitenciários. Nesta segunda, quando ocorreu a rebelião, a cadeia já estava com 113 detentos, segundo o Sindicato dos Agentes e Servidores Públicos do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp-CE).

Ainda segundo o relatório do CNJ, a cadeia não possui separação entre presos provisórios e condenados e os presos primários dividem espaço com os reincidentes.

O CNJ apontou que o local não conta com aparelhos para bloqueio de celular e há somente um computador na administração. A cadeia funciona sem enfermaria e local para prática de esportes.

*Com supervisão de Elida Oliveira

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.

Siga e curta-nos!