Foliões pernambucanos e turistas lamentam o fim do carnaval no Recife | Carnaval 2018 em Pernambuco

Foliões que curtiram o carnaval em Pernambuco não ficaram satisfeitos com os cinco dias da festa de Momo no estado. Na noite de encerramento oficial da folia no Recife, nesta Terça-feira Gorda (13), pernambucanos e turistas afirmaram ter energia de sobra para continuar curtindo os shows, os blocos e as troças durante mais dias de festa. (Veja vídeo acima)

Mesmo quem vive em Pernambuco e já é contagiado durante o ano inteiro pelo clima de carnaval não quer que a festa acabe. É o caso de Eunice Rocha, que tem 69 anos e aproveitou o carnaval de Olinda e do Recife todos os dias da folia de Momo. A aposentada sempre assiste o encerramento na capital pernambucana e conta os dias para o carnaval de 2019.

“Eu fui ao Galo, vi o Ceroula e o Elefante sairem em Olinda e hoje [terça] estou no Recife. Eu amo o carnaval e tenho que dizer que fico com uma certa tristeza assistindo ao encerramento todos os anos no Marco Zero. É uma festa tão linda que poderia durar o ano inteiro”, ressalta a foliona.

Francisco Oliveira curtiu o encerramento da festa no Recife junto com a esposa, Cristiane Oliveira, e lamentou o fim da folia. “Não saímos na quarta-feira como alguns fazem, nosso carnaval acaba nesta terça, infelizmente. A sensação é de tristeza”, conta.

Os turistas Risete e João Malheiros são de Maceió e comemoram, neste ano, 25 anos curtindo o carnaval do Recife. Para ela, o gosto de quero mais sempre caracteriza o último dia da festa. “É uma pena muito grande já estarmos no último dia. Passa tão rápido. Este ano foi incrível! Completamos boda de prata com o carnaval recifense. E queremos chegar nas de ouro”, enfatiza Risete.

Após viajar de São José do Egito, no Sertão de Pernambuco, Lucas Rafael Leite se hospedou na casa do recifense Neto Batista para curtir o carnaval. “É minha primeira vez na cidade nessa época do ano. Estou encantado com a festa, mas triste por ela já estar no fim”, lamenta Lucas.

Pai e filho, Milson Leite e Pedro Neto vieram de Caruaru, no Agreste do estado, para curtir o último dia de carnaval do Recife. “Venho para o fim da festa na há 32 anos e sempre é difícil se despedir”, resume Milson.

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.

Siga e curta-nos!