(Revista Época)

A divulgação da gravação da conversa com o empresário Joesley Batista e a abertura de um inquérito no Supremo Tribunal Federal tornam a permanência do presidente Michel Temer no Palácio do Planalto praticamente insustentável. Ele pode deixar o cargo de três formas: por renúncia, por cassação da chapa Dilma/Temer pelo Tribunal Superior Eleitoral e por impeachment. Cada uma delas acarretará consequências distintas em relação aos trâmites legais para a sucessão na Presidência da República. Acompanhe no infográfico abaixo cada um dos cenários. 

Cenários Temer (Foto: Editoria de Arte)

 

 

 

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original do post