Operação na Cidade de Deus deixa três mortos e causa interdição da Linha Amarela

Três pessoas morreram em uma operação da Polícia Militar contra o tráfico de drogas na Cidade de Deus, na zona oeste do Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira (31).

 

De acordo com a PM, agentes do 18º batalhão que faziam buscas na localidade conhecida como Caminho do Outeiro foram atacados a tiros por um grupo de criminosos fortemente armados. Os policiais responderam e houve intenso confronto.

 

Ainda de acordo com a Polícia Militar, três suspeitos ficaram feridos. Dois foram levados para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, também na zona oeste, mas não restiram aos ferimentos. O outro baleado, identificado como Rodolfo Pereira da Silva, mais conhecido como Rodolfinho, foi levado para a UPA da Cidade de Deus, mas também não resistiu. Ele seria o líder da facção que comanda o tráfico de drogas na comunidade.

 

Um outro suspeito foi preso. Duas pistolas e uma mochila com grande quantidade de drogas foram apreendidas.

 

Segundo a Polícia Militar, após a confirmação da morte de Rodolfo, traficantes deram ordem para que moradores da Cidade de Deus fechassem a Linha Amarela, uma das principais vias expressas da cidade, que liga a Avenida Brasil à Barra da Tijuca, passando por vários bairros das zonas norte e oeste.

 

A via foi totalmente interditada por volta das 10h e ficou fechada em ambos os sentidos por cerca de 15 minutos, sendo reaberta em seguida. Mas, por volta das 11h30, moradores voltaram à Linha Amarela e atearam fogo em pneus e entulhos interditando novamente as duas pistas, que ficaram fechadas por cerca de meia hora. A via expressa foi novamente liberada pouco depois de 13h.

 

O secretário estadual de Segurança, Roberto Sá, comentou a situação na Cidade de Deus e disse que a polícia trabalha para evitar casos como esse, apesar das dificuldades.

 

A Polícia Militar continua atuando na Cidade de Deus na tarde desta quarta, e a recomendação é que a população evite a região. 

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.

Siga e curta-nos!