Prisão de ex-tenente acusado de matar namorada é revogada pela Justiça | Piauí

A decisão foi assinada na última sexta-feira (2). Na decisão o juiz explica a prisão de Silva Neto foi revogada por que o acusado não responde a nenhuma ação penal, caracterizando-se como réu primário. Ele terá de obedecer algumas medidas cautelares, como estar em casa antes das 20h, comparecer mensalmente na Comarca de Recife (PE) e não se ausentar do município de sua residência.

Para a advogada Karla Oliveira, que auxilia a promotoria no caso do tenente Silva Neto, o juiz cumpriu as determinações da Justiça, já que o acusado não tinha antecedentes criminais. “Mas atingimos nosso objetivo, por que conseguimos que ele fosse pronunciado com a qualificadora de feminicídio, não só para a Iarla como para a irmã e a amiga dela”, disse a advogada.

José Ricardo da Silva Neto foi preso em flagrante no dia 19 de junho de 2017 dentro do apartamento onde morava na zona Leste de Teresina, após atirar e matar a própria namorada, a estudante de arquitetura Iarla Lima, e alvejar ainda Ilana Lima, irmã de Iarla, e a amiga Josiane Mesquita da Silva.

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.

Siga e curta-nos!