Professor faz apelo a ladrão após ter casa invadida: ‘sou pobre igual a todos os outros’

Um professor, vítima de um assalto, resolveu deixar um ‘bilhete’ para o ladrão que invadiu sua casa, localizada em Rio Branco, no Acre. No recado o homem fala que não tem dinheiro para comprar foi roubado, e pede para que o assaltante devolva pelo menos alguns itens.

Marivaldo de Paula Silva, de 34 anos, é conhecido na região por fazer campanhas e vender rifas para arrecadar dinheiro para a filha, deficiente auditiva, que precisa usar um implante coclear. A vítima estima que o prejuízo gire em torno de 2,5 mil.

O cartaz, fixado na porta de casa, faz um apelo ao assaltante. “Senhor ladrão, sou professor pobre igual a todos os outros. Endividado. E compro tudo parcelado. Tenho três filhos, e estou vendendo rifa para comprar uma bateria para minha filha continuar ouvindo. Não tenho dinheiro para comprar o que o senhor me roubou. Se puder, devolva pelo menos o meu pendrive velho e minha centrífuga. Meus filhos que choraram, agradecem”, escreveu. A foto do cartaz foi compartilhada em uma rede social.

(Foto: Reprodução) 

Silva encontrou a casa revirada à noite, em um dia de semana. A vítima relatou ao G1 que o choque foi tão grande, que não conseguiu nem registrar o Boletim de Ocorrência. O pendrive que pediu de volta continha uma série de materiais das aulas que dá em uma escola da região.

Informações G1

Todos os Direitos Reservados a(o) criador(a) deste conteúdo. Acesse o link original.

Siga e curta-nos!